sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Amor incondicional

Ando a esmo pelas ruas da paixão
Não sei o que procuro
Entendo apenas que nessa imensidão
Procuro uma forma de traçar meu futuro

E é assim,meu amado
Que quero gostar de ti
Caminhemos juntos ao porvir
Mesmo trazendo os sentimentos ocupados

Querer-te só para mim
Seria muito egoísmo
E por amar-te tanto assim
Trago-te no peito camuflado

Não faço objeção
A teu outro relacionamento
Mas quero que no teu coração 
Carregues por mim um pouco de sentimento

E por gostar-te, querer-te
Aceito que me ames 
De qualquer jeito

Só não quero que me desprezes
Pois sei conservar meu desejo quieto
Irei manter-te no meu íntimo
Até que um dia tudo esteja findo.




Amandha_10/02/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário