domingo, 27 de março de 2011

AS POETISAS NÃO SÃO INGÊNUAS

Há algo de muito forte em mim. Penso que seja repulsa. Nojo desses homens que tratam as mulheres como meros objetos sexuais. Esses machos que esperam de nós apenas um sinal afirmativo para aceitar suas transas banais.
Recentemente, fui enganada por um desses machos. Comecei a gostar dele de maneira cândida, mas, o tal me decepcionou, assim como os outros.Pensava ele que me levaria facilmente para a cama.
Não gosto de generalizar, mas, todos que tenho encontrado apenas desejam-me apenas como sua fêmea.
Amigos, tenho pouca idade, mas não sou idiota.
Sabem eles que sou poetisa, mas, desconhecem que as poetisas tem um ar de feministas, e, as feministas não se deixam levar por meros desejos carnais.
Sonhamos com mais, queremos mais que sexo e fluidos sem reais orgasmos. As mulheres pensantes não são atraídas por um macho que nada tem além de instintos. Mulheres inteligentes querem homens inteligentes. Fêmeas banais desejam machos mais banais ainda, e, caros colegas, não me classifico como uma fêmea sem cérebro.
Pensem o que quiser de mim. Chamem-me do que quiserem, mas, antecipo-lhes que não vou ser mais uma nos seus cálculos. Se não posso ser a única, não vou ser nenhuma.
Mas, há ainda um homem que desejo imensamente; mas existe um terrível desencontro entre nós dois. Com ele não me preocupo em ser  apenas outra em tantas... sabemos que existe apenas o desejo carnal. Ele sim foi um verdadeiro homem, pois nunca me enganou com palavras e poemas; ao contrário de outros, que se mostraram primeiramente como deuses do Olimpo e depois fizeram com que as suas próprias máscaras caíssem.
Amigos, vocês com suas personalidades podres não podem enganar as mulheres poetisas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário