segunda-feira, 7 de março de 2011

Meu erro (para Daniel Albuquerque)

"(...) Se lembra quando a gente chegou um dia  acreditar,
Que tudo era pra sempre
Sem saber
Que o pra sempre,  SEMPRE ACABA,
Mas nada vai conseguir mudar o que ficou
Quando penso em alguém só penso em você (...)"



  Arrependo-me apenas de uma coisa na minha vida.
  Arrependo-me de nunca ter dito que amava o ser humano que mais amei. Agora a morte o levou de mim.
  Ele que sempre me ouvia atentamente, que me emprestava o abraço e secava minhas lágrimas.
  Mas de mim ele sempre teve os meus melhores sorrisos e olhares.
  Eu nunca disse que o amava. Nunca retribui aquilo que ele me dizia com tanta convicção.
  É tarde, eu sei, mas... EU TE AMO.


Daniel Albuquerque foi um grande amigo, talvez o melhor que tive.
Suicidou-se em 22 de dezembro de 2010 aos 22 anos.
Me deixou boa parte de seus poemas e uma carta que me desconcerta a cada leitura que faço.
Ele sempre esteve comigo. Eu não estava com ele no momento mais cruel da vida dele.
Não tive coragem de comparecer ao velório, muito menos ao enterro.
Eu não suportaria tamanha agonia.

Hoje choro de saudade. É só o que me resta a fazer.
Acordei para o fato de que Nada na vida é pra sempre. Mas me toquei disso tarde de mais.

2 comentários:

  1. Amanda,não só Daniel,mas todos nós sabemos do seu amor por ele. Espero que não fiques assim por muito tempo. Foi o Deus dele que o levou a isso. Daniel estará sempre com a gente. Xeru nega...

    ResponderExcluir
  2. "Foi o tempo que dedicastes à tua rosa que fez tua rosa tão importante"
    Antoine de Saint-Exupéry

    ResponderExcluir