quarta-feira, 16 de março de 2011

Um poema para ti.

Vem desvirginar
Todo esse mistério que me cobre
Vem essa minha neblina dissipar.
Vem alimentar esse sentimento nobre.

Meu corpo
Quer ter o teu
Para que dele faça o porto
Seguro do amor meu

Sonho os sonhos 
mais sujos,
E não os nego por vaidade
Pois desejo não tem idade.

Quero contigo
Ter meus devaneios realizados,
Que sejamos mais que amigos
E confessemos que somos apaixonados.





Rompe-me as carnes,alimente-me a alma, me ame como jamais amou a outra. Mesmo que nosso tempo venha a ser breve, quero viver a teu lado. Príncipe meu, quero que executes as minhas mais loucas idéias. Cura a chaga do meu coração poeta, sedento de amor. Enche-me com tua volúpia, quero que tenhamos um gozo infindável. Espero por tuas carícias, pelo teu beijo, pelo teu prazer. Meu beijo quer o teu, minha pele quer o toque da tua e o meu prazer só se completará com o teu.

Um comentário:

  1. Lindo Poema Amandha! Gostei do seu espaço! Visitarei mais vezes! Abraços!

    ResponderExcluir