terça-feira, 12 de abril de 2011

Unidos em dois corpos separados

Para Thyago Souto.


 É mais uma hora de despedida.
Hoje a chuva molha teu corpo.
Tão sério, de mochila nas costas,
Desce a calçada e sobe na moto.
Me deixas
E eu vejo tua partida.


Vais triste
Não queres me deixar
Não queres me abandonar
Não queres partir
E eu não quero deixar-te ir.

Nem sabes quando vais voltar
Temos compromissos
É trabalho, família, faculdade
Tudo nos impede de ficar juntos
Mas não nos proíbe do ato de amar.



Uma lágrima Vejo
Nos teus olhos negros a rolar
Uma lágrima sinto
Dos meus olhos escapar.




 Partes mais uma vez
Queria ir contigo
Querias ficar comigo
E assim ficamos sozinhos

Por algum acaso do destino,
Deus quis nos unir... se o que dizem é verdade 
"O Que Deus uniu ninguém separa"
Nossa amizade se perpetuará.

Unidos em dois corpos separados. Assim somos nós dois.



2 comentários: