domingo, 10 de julho de 2011

Viver?

Tédio. Ânsia. Sono.
Despertador. Carro. Congestionamento. Chefe. Inferno. Almoço.
Escadas. Cliente. Furacão. Tensão. Fim.
Carro. Fumaça. Farol. Estresse.
Céu. Casa. Portão. Cachorro. Televisão. Coca-cola. Internet.
(...)
Tédio. ânsia. Sono.

Vida que nos carrega impiedosamente. O tempo passa e a gente nem percebe.
Viver ficou tão caro que trabalhamos e acabamos por esquecer de viver.
São tantas coisas a serem pagas, tantas banalidades que são "necessárias" ... É tudo cobrado tão caro que deixamos escapar o que nos é dado de graça.
Amigos? Quase ninguém precisa mais. Poesia, melodia, pra que? Até a comida já vem pronta dentro de caixinhas. A diversão viaja por cabos enterrados no chão.
Estamos distantes, sozinhos. Não temos mais nada que seja exclusivamente nosso.
Renato Russo cantava que nós temos nosso próprio tempo...
Não espere a aposentadoria, o casamento, o amanhã para poder realizar as projeções que tens. A vida é agora, o que tiver de ser que seja agora.
Independente da idade, ainda somos jovens. Somos jovens para viver.
Nunca venda seus sonhos. Não se entregue. Não se venda.
Viva.
Aproveite enquanto respirar ainda é um direito seu.

O tempo de sua vida realmente está em suas mãos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário