quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Querido amor do passado...

Como faço pra te esquecer?
Como faço pra não me sentir um lixo por lembrar as tuas lágrimas?
O que é que eu faço pra não me sentir mal quando vejo algumas fotos tuas (juro que é sem querer) nos orkut's de outras pessoas?
O que foi que aconteceu com a gente mesmo? Eu acho que agora eu não entendo mais a razão das coisas terem chegado a esse ponto.
Dividi com você meu corpo, meu amor... era tudo que eu tinha de melhor.
Eu não me arrependo de nada, sério. E você sabe muito bem o que eu penso a respeito de tudo isso e sabe também que eu não vou dar o braço a torcer.
Às vezes tenho aversão a mim quando lembro de momentos que estive junto a você. Só sinto isso porque ainda estou atordoada com tudo que aconteceu.
E agora me transformei nessa criatura triste, abatida e traiçoeira.
Eu posso subir os Andes para gritar que não sinto mais nada por você, mas aí eu seria mais uma hipócrita no mundo a fingir uma realidade inexistente.
Essa coisa toda na minha alma me pesa nos ombros: Não há como se apagar uma lembrança de carne. Não há. Por isso dói.
E o mais difícil é ter que matar todas as memórias. Ninguém que gosta de mim quer que seu nome seja pronunciado pela minha boca. Eu entendo isso, espero que você entenda também; não hoje, nem amanhã, mas um dia.
Errei com você? Talvez... Mas eu fui a única a errar?
Eu só queria uma fórmula pra te esquecer. Um remédio que fechasse essa ferida, uma borracha para apagar você da minha história. Uma força que me fizesse não escrever mais nada para você.
Olha só... acho que vai escorrer dos meus olhos a bilionésima lágrima. Deixa pra lá, é só mais uma lágrima não é? Desejo tudo de melhor para você, sem demagogia nenhuma.


3 comentários:

  1. Nega, só o q posso te dizer é q as pessoas q gostam d vc só querem o seu bem, mas é necessário q vc fale o nome dele, q vc lembre dele, pq vc precisa conviver com isso. Se vc não o menciona, se vc não pensa vc sofre ainda mais, e acima de tudo é preciso colocar o mal para fora. Toda dor um dia passa, mesmo q ela faça tremendos estragos e leve o tempo q levar.

    ResponderExcluir
  2. obrigada Júlia... Eu tô melhorando de tudo isso, mas é que uma coisa tão forte não se apaga tão fácil... Até pq eu ñ consigo detestar ninguém, sério mesmo... Hoje confundo os sentimentos que tenho por ele, mas amanhã eu sei que tudo isso vai passar...
    Xêruh!

    ResponderExcluir