segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Fragmento nº03

E tudo que eu queria
Agora
Era um abraço.


Um abraço
Apertado,
forte,
Acompanhado
de um cheiro
no cangote.



Nenhum comentário:

Postar um comentário