sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Post de número 200

Ando escrevendo muita poesia ultimamente. Tem muito tempo que eu não escrevia tanto. Escrevi até um miniconto! Tô feliz por voltar a ser a Amandha di Souza.

Meu blog não tem mais tantos acessos como antes.
Sei que comecei a escrever coisas tristes e que as pessoas, em sua maioria não gostam disso, mas vou correr atrás, não é de meu feitio desistir fácil. Se escrevi coisas horríveis é porque elas estavam dentro de mim. Qualquer um pode ver que passei por três meses de crise só vendo os títulos dos posts no arquivo do Blog. 

Eu estou feliz mas é que eu tive uma crise dessas que os artistas tem... é momentâneo. As coias deixam de significar como antes, a monotonia agarra a gente e aí a gente deixa de produzir. A realidade vai ficando chata, cruel, sem graça.

As coisas perderam o sentido desde agosto mas agora, junto com a melancolia do Natal volto a escrever. Fim de ano sempre me motiva.

E agora eu sinto que mudei, que tem uma coisa que está me levando pra um outro lugar. Passei a pensar mais em mim, a refletir sobre tudo que aconteceu. Definitivamente, 2011 não foi um bom ano pra mim, mas posso fazer com que o finzinho dele me traga boas lembranças.

Fiz péssimas escolhas, isso é fato. Mas o importante é que aprendi muito com elas. Não vou esquecer das más experiências para não cometê-las novamente. Eu não perdi um filho. Eu ganhei uma nova chance de viver.

2 comentários:

  1. Sobre os posts "tristes" ou "melancólicos" te entendo mto bem, acontece com todo mundo, só q a maioria prefere não ver ou não admitir q sente o mesmo.

    Mas eu garanto, rsrsrs, sou sua leitora assídua, vc estando triste ou sendo a Amandha q eu conheço...

    xerOo, flor!

    ResponderExcluir