quinta-feira, 10 de novembro de 2011

USP: A culpa é de quem?

A sociedade do espetáculo: o real problema.

USP: a melhor universidade do Brasil, visto que ela é 169º no ranking do Top Universities.
3 estudantes presos por estarem portando uma quantidade ridícula de maconha, o que os caracterizou como usuários.
Estudantes da FFLCH (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas) do campus Butantã protestam.
Nove cursos da USP foram classificados entre os 200 melhores do mundo também pela QS Intelligence Unit, dos quais seis são da FFLCH.
A mídia apresentou apenas um lado da moeda. A sociedade, em sua grande maioria considera hoje que os estudantes da FFLCH não passam de maconheiros vagabundos, baderneiros, desocupados, filhinhos de papai e destruidores do patrimônio público.
Imagem: Notícas.terra
Os chamados maconheiros desocupados são os responsáveis pelas estatísticas que citei acima.  Seis dos nove melhores cursos da USP e consequentemente os melhores do país estão cheios de maconheiros... é isso sociedade?
A mídia, tendenciosa até de mais deste país fez com que acreditássemos nessa balela de que o movimento feito pelos estudantes da USP resume-se à defesa do uso liberado da maconha dentro do campus.
Quem tem o poder da informação e tem interesses mostra só o que quer.
Rotular é muito fácil. Difícil é fazer um jornalismo sério e investigativo que mostre os dois lados da situação de forma igualitária e neutra.
Vejo muito jornalista fazendo careta quando falam dos estudantes da USP.
A questão da segurança nas universidades públicas é polêmica por demais. Quem deve fazer a segurança dos estudantes nas universidades públicas?
Se as universidades são públicas a segurança deveria também ser pública, mas o que acontece é que o mercado da segurança pública e dominado por policiais (em sua maioria por militares e civis) em busca de aumentar sua renda baixa devido aos salários vergonhosos que recebem.
Imagem: Google Imagens
Existe no Brasil um ramo de segurança federal? Se existe porque não são abertos concursos? Se não existe, então porque ele não é criado pelo governo federal?
Acredito que polícia militar não esteja preparada para lidar com estudantes universitários, já que a universidade é um lugar de diversidade e que busca a democracia. Nada contra os policiais (sou filha de um sargento da PM, prima de um policial civil e de um militar ambos do estado de Pernambuco) mas eles são preparados (muitos não são tão preparados assim) para reprimir o crime, prender bandidos. Será que estudantes universitários podem ser considerados bandidos? Será que eles podem ser presos por uma manifestação onde expressaram sua vontade de manter a polícia longe? 

Imagem: ultimosegundo.ig.com.br
Os três Uspianos detidos e depois liberados estavam portando a droga para consumo próprio! Eles não estavam vendendo dentro da universidade. A polícia não deveria prender os alunos que estavam portando a droga, mas deveriam estar indo atrás dos traficantes, deveria ter mais estrutura e pessoal para um monitoramento mais amplo das áreas de fronteira - a principal entrada de drogas no Brasil.
Lembram dos anos em que o Brasil foi ocupado por militares? Quem foram as pessoas que lutaram, que deram seu sangue e suas vidas pela democracia do país? Naqueles tempos, o ausência da PM nas universidades foram o combustível que os estudantes usaram para acabar com ela.

SE NÓS VIVÊSSEMOS NUM ESTADO DEMOCRÁTICO A PRESENÇA DA PM NA USP E EM TODAS AS OUTRAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS DO PAÍS SERIA BEM VINDA, PORÉM, VIVEMOS EM UM ESTADO AU-TO-RI-TÁ-RIO.
Imagem: Gazetaonline.globo.com
A POLÍCIA, EDUCADA PELA NOSSA BELA SOCIEDADE AUTORITÁRIA FOI PREPARADA PARA PRENDER TODO AQUELE QUE FOR CONTRA OS INTERESSES DOS SUPERIORES. OS ESTUDANTES DA USP COBRIRAM O ROSTO COM MEDO DAS REPRESÁLIAS QUE VIRÃO. 
LEMBREMOS QUE A MESMA POLÍCIA QUE CONDUZIU OS JOVENS À DELEGACIA PARA ASSINAR O TERMO CIRCUNSTANCIADO EM QUE AFIRMAM A POSSE DE DROGA PARA CONSUMO PRÓPRIO É A MESMA QUE POR VEZES MATA ACIDENTALMENTE CIDADÃOS INOCENTES, E , QUANDO ISSO ACONTECE TODA A SOCIEDADE CRITICA O POLICIAL OU  A DILIGÊNCIA QUE FOI RESPONSÁVEL PELA TRAGÉDIA. AÍ APARECEM DIREITOS HUMANOS E O ESCAMBAU PARA PUNIR A POLÍCIA QUE NESTE EPISÓDIO DA USP É TIDA COMO A SALVADORA DA PÁTRIA.
QUEM VENDE MACONHA PARA OS USUÁRIOS DA USP E DE TODAS AS OUTRAS UNIVERSIDADE ESPALHADAS PELO PAÍS? OU SE PENSA QUE MACONHA SÓ SE FUMA NA USP E NAS OUTRAS UNIVERSIDADES NÃO? POR ACASO OS ESTUDANTES TEM UMA PLANTAÇÃO PRÓPRIA DE MACONHA? 

É certo que os usuários estão dando dinheiro pra bandido e que isso fortalece a indústria do tráfico.
Não sou usuária de drogas, nunca fui e não tenho nenhuma pretensão de fumar maconha, crack ou afins. Acontece que eu prezo pela LIBERDADE. Vejo um monte de gente fumando maconha lá na UFPB e sinceramente, eles não me incomodam nem um pouco. Não gosto do cheiro da fumaça pois me sinto mal e evito os lugares que eles frequentam. Me parece que o pessoal da 'erva' se isola.
Não concordo com o uso liberado da maconha pois sei como a coisa funciona. Muita gente morre, desde plantador, mula, traficante, usuário e policial que reprime.
O caso da USP não foi gerado só por maconha. Tem polícia ameaçando o direito de ir e vir do estudante dentro da universidade. Isso é o pior pesadelo que um estudante pode ter.
 Minha proposta? Segurança pública treinada especialmente para trabalhar nos campi. 
Um estudante foi assassinado dentro do campus. Uma jovem foi estuprada. Mas é dessa forma que os estudantes merecem ser tratados? E não importa se são playboys ou não; a maioria das universidades federais está ocupada por pessoas de classe média alta.

O que eu quero?
QUE O ESTADO DE DIREITO ABRANJA TODO O TERRITÓRIO NACIONAL E NÃO PROCURE SÓ OS ESTUDANTES. QUERO QUE O TRAFICANTE SEJA PUNIDO, QUE O PLANTADOR SEJA PUNIDO TAMBÉM E QUE O POLICIAL BANDIDO QUE EXTORQUE, BATE E INSULTA SOFRA COM AS CONSEQUÊNCIAS DE SUAS ATITUDES TAMBÉM.
QUERO QUE A PM REVEJA SUA ATUAÇÃO: NÃO SOMOS CONTRA ELA, MAS CONTRA A FORMA QUE ELA AGE.
QUERO QUE OS REITORES CUMPRAM SEU PAPEL DE REITORES, POIS PARECE QUE NA MAIORIA DAS UNIVERSIDADES ELES BRINCAM DE SER REITORES.
QUERO CONCURSO PARA A POLÍCIA FEDERAL QUE PRECISA DE MAIS GENTE TRABALHANDO, POIS, AO MEU VER ELA É A MELHOR INDICADA PARA COMBATER O TRÁFICO NO BRASIL.
QUERO DEMOCRACIA NO BRASIL.

Desculpem qualquer coisa, mas esta é a minha opinião. Não tenho tantos argumentos... Não faço uso de maconha nem estudo na USP mas isso é revoltante. É uma questão de política sim! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário