quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Mais uma fajutice

Confesso que comprei o discurso inicial sobre o suposto estupro no BBB 12. Comprei mas devolvi assim que caí na real.
A Globo é capaz de qualquer coisa pra conseguir audiência... Qual-quer coisa! Até colocar no Script do programa um estupro só pra levantar essa e aquela outra discussão na sociedade.
Não confio em nada que venha da Globo. Sei que estou generalizando, que isso é burrice mas, não acredito nem no Globo Repórter, quanto mais num Reality Show.
Não gosto desses programinhas que vendem a imagem da realidade. Realidade pra mim é ônibus lotado, é passagem de ônibus altíssima, é criança consumindo droga, é gente sem casa pra morar, é conflito de terra, é polícia corrupta e vários etc anônimos espalhados por aí.
Meu raciocínio sobre o caso do "estupro" no BBB é simples:

1º Colocam um negro na repescagem do programa
2º O apresentador que vende uma imagem de intelectual faz uma perguntinha "inofensiva" ao dito negro cotista, já visando uma discussão acirrada.
3º Fazem questão de mostrar o tempo inteiro a tal da "vítima" rebolando em frente às câmeras de uma forma bastante estimuladora (hehe) pros outros participantes.
4º A produção arma uma festinha daquelas, cheia de álcool e energético.
5º Os participantes são informados de que haverá uma seleção: a pessoa mais animada da festa vai ganhar um prêmio em dinheiro
6º Considerando que todos estão sedentos por dinheiro, a galera bebe exageradamente pra ficar mais animadinha
7º Quem não sabe beber se lasca.
8º A mulher que passa 99,9% do tempo chamando atenção pra cima dela e se exibindo (Digo isso porque assisti a primeira semana do programa e vi a Monique dando pitizinho o tempo inteiro, a começar pela entrada dela na casa, passando pelas aulas circenses p/ prova da comida: "Ah, eu não consigo fazer, todo mundo consegue... Buááá" e continuando festa afora)
9º Daniel dá em cima da loirinha bonitinha (eca!) e a dita cuja faz charminho a festa inteira. Teve até uma hora que a guria diz: Sai de perto que eu gosto. Aham... entendi.
10º A Monique lembra de tudo que fez depois que saiu da festa. Menos do suposto estupro. Ela diz se lembrar que saiu da festa, foi tomar banho, conversou com não sei quem, vestiu a calcinha, o shortinho (é no diminutivo mesmo) e foi deitar. Aí ela lembra que Daniel deitou com ela e ela tava com muito tesão. Ela deu um beijo nele com muito tesão e rolou muita mão pois ela tava com tesão.
11º No vídeo, durante os movimentos estranhos (anham...) de Daniel embaixo do edredom vi a Monique levantar a cabeça...
12º No dia seguinte o apresentador vende: O amor é lindo!
13º Um monte de gente (assim como eu) que quer que o programa seja retirado do ar lançam a campanha na Internet: #ForaDaniel
14º Visto o movimento dos internautas, a produção do programa (leia-se Boninho) chama a Monique no confessionário pra uma conversa bem light.
15º De tão Light que a conversa foi, acaba vazando (acidentalmente né?) o áudio do que foi dito pela Monique no tal confessionário
16º Aí, num repente, A bichinha não lembra de mais nada, Daniel é expulso do BBB e ela parou com a versão piri-pipiri-pirigueti.
17º Todos os canais de TV aberta (menos o SBT) colocam o tema como manchete nos programas de fofoca.
18º O caso vira assunto num monte de sites
19º A polícia investiga o caso
20º o cara é expulso do programa, pode ser preso (para a glória do apelo social)

Eu tô de saco cheio do caso. Assim como tô de saco cheio de BBB, Fazenda, O aprendiz e afins...
Agora que a polícia entrou em cena os argumentos estão ficando escassos e fazem pouco sentido. na minha humilde opinião, não houve nenhum estupro. O que ocorreu foi uma péssima interpretação do script.
E eu não aguento mais escrever esse post, não aguento mais Big Brother e não aguento mais essa perca de tempo.

Estupro não é isso. Não é mesmo, em outro post eu justificarei.


2 comentários: