Eu

"Sou o que se chama de pessoa impulsiva. Como descrever? Acho que assim: vem-me uma idéia ou um sentimento e eu, em vez de refletir sobre o que me veio, ajo quase que imediatamente. O resultado tem sido meio a meio: às vezes acontece que agi sob uma intuição dessas que não falham, às vezes erro completamente, o que prova que não se tratava de intuição, mas de simples infantilidade.
Trata-se de saber se devo prosseguir nos meus impulsos. E até que ponto posso controlá-los. [...] Deverei continuar a acertar e a errar, aceitando os resultados resignadamente? Ou devo lutar e tornar-me uma pessoa mais adulta? E também tenho medo de tornar-me adulta demais: eu perderia um dos prazeres do que é um jogo infantil, do que tantas vezes é uma alegria pura. Vou pensar no assunto. E certamente o resultado ainda virá sob a forma de um impulso. Não sou maduro bastante ainda. Ou nunca serei.”

Clarice Lispector


Virginiana, amante das artes em geral.
Blogueira, universitária e feminista por acidente (nessa exata ordem).Já fui bruxa, quase fui freira. Curto rock (resquício da adolescência), coisas como Evanescence, Blink 182, Simple Plan, Linkin Park. Sou super fã da Pitty, Charlie Brown JR., Legião Urbana, Cazuza, e outras coisas do gênero.Falo palavrão, escrevo pornografia, adoro beber cerveja, vinho, cachaça, vodka, leite e chá de canela. Odeio cigarro. Detesto idiotice.Gosto de ficar sozinha, de ler, de escrever, de fazer nada.Muitas vezes, sem querer, machuco as pessoas que convivem comigo por eu ser tão sincera; mas, sou madura o suficiente para reconhecer e reparar meus erros.Aprendi que toda perda é necessária e que os ganhos nem sempre são bons.Gosto de andar no mato e odeio essas frescurinhas de meninas.Me apaixono fácil, por isso tive muitas desilusões, mas essas coisas me ensinaram muito sobre paixões, flores, abraços, homens, sorrisos e camas.Pretendo fazer uma (ou três) tatoo(s) e colocar um piercing no nariz.Tenho cabelo curto. Sou gordinha, baixinha, uso óculos. Quando estou em boas companhias não tiro o sorriso do rosto.Adoro sombra preta, esmalte escuro, perfume e blusa decotada.Sonho de mais. Tem dias que acordo com a cabeça em outro mundo.Todo dia encontro uma razão diferente pra ser feliz.Por enquanto é só isso.





"Sou uma filha da natureza:
quero pegar, sentir, tocar, ser.E tudo isso já faz parte de um todo,de um mistério.Sou uma só... Sou um ser.E deixo que você seja. Isso lhe assusta?Creio que sim. Mas vale a pena.Mesmo que doa. Dói só no começo." 
Clarice Lispector